A Stellantis, empresa controladora da Jeep, Ram e Citröen, entre outras, pode fechar parceria com a montadora chinesa Zhejiang Leapmotor para expandir suas operações no maior mercado automotivo do mundo, disseram fontes à Bloomberg nesta semana.

A parceria não ainda não está selada, mas as conversas estão em andamento, afirmou a matéria. A Leapmotor foi fundada em dezembro de 2015 e tem sede em Hangzhou, a capital da província de Zhejiang, no leste da China. A Stellantis não respondeu imediatamente ao pedido de comentário do InsideEVs até o momento da publicação.

Leapmotor C01

Várias marcas americanas e europeias têm parcerias com montadoras chinesas. A General Motors tem parceria com a SAIC e a Wuling na China, enquanto a Volkswagen anunciou recentemente um investimento de US$ 700 milhões na Xpeng. A China é um dos principais mercados para a Ford, que mantém joint ventures com a Changan Automobile Co. e a Jiangling Motors.

A Volkswagen também está em negociações com a própria Leapmotor para sua nova plataforma para a marca Jetta, exclusiva da China, uma joint venture entre a montadora alemã e o FAW Group, estatal chinesa.

A plataforma "Four Leaf Clover" da Leapmotor é de interesse do Grupo VW, informou a Reuters em julho de 2023. A arquitetura inclui uma plataforma de computação integrada capaz de controlar as "funções inteligentes" de um carro elétrico, como direção autônoma e controles de cockpit. Não está claro se a Stellantis também está considerando a nova plataforma para seus futuros veículos elétricos.

A Leapmotor vende quatro modelos elétricos na China: o pequeno hatchback T03, o sedã elétrico C01, o SUV C11 e o cupê elétrico S01. No ano passado, a empresa afirmou que o C01 foi o primeiro EV produzido em massa a incorporar a tecnologia cell-to-chassis, que permite um alcance NEDC de mais de 700 km. 

Enquanto isso, a Stellantis espera fabricar um veículo elétrico de US$ 25.000 nos EUA, conforme indicado pelo CEO Carlos Tavares em julho de 2023. A empresa também revelou a plataforma STLA Medium no mês passado para veículos dos segmentos C e D medindo entre 4,3 e 4,9 metros de comprimento, suportando tipos de carroceria como carros de passeio, SUVs e crossovers.

No Brasil, a Stellantis apresentou recentemente seu novo sistema híbrido flex que estreará no mercado brasileiro em 2024. Chamada de Bio-Hybrid, a tecnologia de propulsão híbrida combina motor a combustão flex com um conjunto elétrico e se juntará a outros três tipos de eletrificação: híbrido leve, híbrido plug-in e elétrico a bateria. 

Ocultar press releaseMostrar press release

A Stellantis, empresa controladora da Jeep, Ram e Citroen, entre outras, pode colaborar com a montadora chinesa Zhejiang Leapmotor para expandir suas operações no maior mercado de automóveis do mundo, disseram fontes à Bloomberg na quarta-feira.

A parceria não é definitiva, mas as considerações estão em andamento, afirmou o relatório. A Leapmotor foi fundada em dezembro de 2015 e tem sede em Hangzhou, a capital da província de Zhejiang, no leste da China. A Stellantis não respondeu imediatamente ao pedido de comentário da InsideEVs até o momento da publicação.

Várias marcas americanas e europeias têm parcerias com montadoras chinesas. A General Motors tem parceria com a SAIC e a Wuling na China, enquanto a Volkswagen anunciou recentemente um investimento de US$ 700 milhões na Xpeng. A China é um dos principais mercados para a Ford, que mantém joint ventures com a Changan Automobile Co. e a Jiangling Motors.

A Volkswagen também está em negociações com a Leapmotor para sua nova plataforma para a marca Jetta, exclusiva da China, uma joint venture entre a montadora alemã e o FAW Group, estatal da China.

A plataforma "Four Leaf Clover" da Leapmotor é de interesse do Grupo VW, informou a Reuters em julho de 2023. A arquitetura inclui uma plataforma de computação integrada capaz de controlar as "funções inteligentes" de um EV, como direção autônoma e controles de cockpit. Não está claro se a Stellantis também está considerando a nova plataforma para seus futuros EVs.

A Leapmotor vende quatro modelos elétricos na China: o pequeno hatchback T03, o sedã elétrico C01, o SUV C11 e o cupê elétrico S01. No ano passado, a empresa afirmou que o C01 foi o primeiro EV produzido em massa a incorporar a tecnologia cell-to-chassis, que permite um alcance NEDC de mais de 434 milhas.

Enquanto isso, a Stellantis espera fabricar um veículo elétrico de US$ 25.000 nos EUA, conforme indicado pelo CEO Carlos Tavares em julho de 2023. A empresa também revelou a plataforma STLA Medium no mês passado para veículos dos segmentos C e D medindo entre 4,3 e 4,9 metros de comprimento, suportando tipos de carroceria como carros de passeio, SUVs e crossovers.