Sucesso de vendas, o novo BYD Seagull foi destaque mais uma vez em julho. O carro elétrico mais acessível da BYD, que já está confirmado para o Brasil, respondeu por mais de um quinto dos emplacamentos totais da montadora no último mês.

A BYD vendeu ao todo 134.783 veículos eletrificados em julho, sendo que o BYD Seagull contribuiu com 28.001 unidades, seu novo recorde mensal e que representa 21% das vendas totais da marca, um avanço sobre os 18% de participação do mês anterior.

BYD Seagull - carro eletrico (5)

Desde a sua estreia oficial, há cerca de três meses, o BYD Seagull já teve mais de 66.000 unidades emplacadas - é um dos modelos que mais cresce na BYD em termos de capacidade de produção e vendas após seu lançamento.

Na China, o pequeno carro elétrico é oferecido em três versões, com preços que variam de 73.800 a 89.800 yuans, o equivalente a R$ 50.000 e R$ 61.000 em uma conversão direta de moeda.

BYD Seagull - Registro no Brasil

Como o lançamento no Brasil só acontecerá em 2024, os preços para o nosso mercado ainda não foram anunciados, mas há consenso que será algo entre R$ 100.000 e R$ 120.000 num primeiro momento, podendo, inclusive, ficar abaixo desse patamar mais adiante com a possibilidade de produção nacional na fábrica já confirmada na Bahia. 

O BYD Seagull está equipado com um motor elétrico de 55 kW (74 cv) de potência e 13,7 kgfm de torque alimentado pela bateria de lâmina (Blade) com capacidade de 30 kWh ou 38,8 kWh, suficiente para o alcance de 305 km ou 405 km pelo ciclo chinês, respectivamente - a velocidade máxima é de 130 km/h.

BYD Seagull - painel

Posicionado abaixo do Dolphin (golfinho) na linha Ocean, o Seagull mede 3,78 metros de comprimento (10 cm a mais que um Renault Kwid), 1,71 metro de largura, 1,54 metro de altura e possui distância entre-eixos de 2,50 metros (3 cm a menos que um Hyundai HB20). 

No interior, o pequeno BYD se destaca pelo layout de aparência moderna e que traz elementos que já conhecemos no irmão maior Dolphin, com visual limpo e de poucos botões, quadro de instrumentos totalmente digital e uma tela de 10,8" (giratória) para o sistema de informação e entretenimento.

Galeria: BYD Seagull - Salão de Xangai

A lista de itens de série conta com quatro airbags, controle de estabilidade e assistente de estacionamento. A versão mais equipada possui um avançado sistema de assistência ao motorista, com controle de cruzeiro adaptativo, frenagem ativa de emergência, reconhecimento de sinais de trânsito e alerta de saída de faixa.

Com lançamento confirmado no Brasil em 2024, o BYD Seagull enfrentará concorrentes como o Renault Kwid E-Tech e JAC e-JS1, além do Caoa Chery iCar, carros elétricos que são inferiores em termos de porte, equipamentos e tecnologia. 

Pelo que vimos com o Dolphin, que já vendeu mais de 3.000 unidades e se revelou um sucesso muito acima das expectativas, o Seagull, menor e mais barato, pode provocar mudanças ainda mais profundas no mercado nacional de carros elétricos. A conferir. 

Fonte:CarNewsChina