Após meses de atraso, a BYD anuncia o início das vendas de veículos elétricos na Austrália. No entanto, o primeiro modelo a desembarcar no mercado local, o BYD Atto 3 - um BYD Yuan Plus rebatizado - que ao mesmo tempo está sendo lançado na China, está disponível para reservas mas só será entregue a partir de meados de 2022. 

Diferentemente do Brasil, onde a BYD possui uma operação própria, na Austrália as vendas de veículos elétricos da montadora chinesa ficarão a cargo do distribuidor local EVDirect, que promete entregar o SUV elétrico para os primeiros clientes australianos em julho. 

Todos os veículos BYD importados pela EVDirect serão vendidos através do site da própria empresa em um processo não negociável, totalmente online, auxiliado por uma loja de experiência física que em breve será inaugurada na cidade de Sydney para um experiência presencial com o SUV elétrico. 

byd atto 3 -2
BYD SUV eletrico Atto 3 Yuan Plus (3)
BYD SUV eletrico Atto 3 Yuan Plus (1)

O SUV elétrico dedicado, ou seja, projetado desde o zero como um veículo elétrico, será oferecido em duas versões com preços em dólares norte-americanos: US$ 44.381 e US$ 47.381 (R$ 227.100 e R$ 242.400), sem considerar o frete.

Dessa forma, o modelo chinês estreia como um dos veículos elétricos de passageiros mais acessíveis na terra dos cangurus, rivalizando com o britânico MG ZS EV, situado na mesma faixa de preço de entrada.

O BYD Atto 3 de entrada é alimentado por uma bateria de lâmina (Blade) de 50 kWh da BYD – com células fosfato de íons de lítio que prometem maior durabilidade que o esquema tradicional de íons de lítio – alimentando um motor elétrico de 150kW/310Nm (204 cv e 31,6 kgfm) montado no eixo dianteiro que permite acelerar de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos; a autonomia é de 320 km pelo ciclo WLTP. 

BYD Yuan Plus - Salao de Chengdu (3)
BYD Yuan Plus - Salao de Chengdu

Enquanto isso, a versão mais cara é alimentada por uma bateria de 60,4 kWh, aumentando o alcance para 420 km WLTP - o carregamento rápido DC em até 80 kW é de série, permitindo um "tempo de carga" de 90 minutos – embora os estados de carga não tenham sido detalhados pela marca. 

A lista de itens de série é decente e inclui tela central rotativa sensível ao toque de 12,8 polegadas, quadro de instrumentos digital de 5,0 polegadas, rodas de liga leve, teto solar panorâmico e carregamento de telefone sem fio, entre muitos outros. 

Considerando seu porte compacto e bom nível de tecnologia, o Atto 3/Yuan Plus seria uma opção interessante da BYD para baixar seu preço de entrada aqui no Brasil, podendo rivalizar com o JAC e-JS4, que atualmente custa R$ 264.900. Por aqui, a marca chinesa iniciou as vendas de veículos de passeio com o BYD Tan, SUV elétrico grande para 7 ocupantes, que na pré-venda está saindo por R$ 487.590.

No entanto, vale destacar que o SUV compacto começa a ser vendido agora na China, o que deve limitar a capacidade de exportação neste primeiro momento, mas deixa em aberto a possibilidade de um anúncio futuro por aqui, dada a promessa de uma grande ofensiva de carros elétricos em nosso mercado. A conferir.

Fonte:Drive.au