Marca premium do Grupo Volkswagen, a Audianunciou oficialmente uma parceria com o Grupo FAW, com sede na China, para começar a construir uma fábrica de veículos elétricos de US$ 3,3 bilhões que será operada em conjunto. De acordo com a imprensa local, as autoridades chinesas aprovaram o projeto em 11 de fevereiro de 2022.

A Audi já tem uma parceria estabelecida com o Grupo FAW para fabricar conjuntamente carros com motores a gasolina em Changchun. No entanto, assinou um acordo com o grupo em outubro de 2020 com a intenção de produzir juntos veículos elétricos de luxo no futuro.

Um porta-voz do Grupo Volkswagen confirmou oficialmente a recente aprovação e deu os seguintes comentários. No entanto, o Grupo FAW ainda não forneceu uma declaração sobre a aprovação da fábrica.

"O projeto Audi FAW NEV é uma importante pedra angular da estratégia de eletrificação da Audi na China."

"Consequentemente, estamos avançando nas obras relevantes deste projeto. A construção da usina está prevista para começar no segundo trimestre de 2022."

Audi Q5 E-Tron 2022 - registro na China

Audi e FAW planejam iniciar a construção da fábrica em abril de 2022. A unidade está localizada na cidade de Changchun, que é a capital da província de Jilin. Juntas, as duas empresas anunciaram planos para investir um total de cerca de US$ 3,3 bilhões na próxima fábrica da joint venture.

De acordo com o Automotive News, a produção inicial na próxima instalação só começará em dezembro de 2024. A fábrica será capaz de produzir cerca de 150.000 veículos elétricos anualmente, com planos de fabricar três modelos diferentes, incluindo o Audi e-tron para o mercado chinês.

A joint venture com o FAW Group não é o único plano de veículos elétricos da Audi para a China. De fato, a Audi diz que até 2025, um terço de suas vendas de carros por lá serão de modelos eletrificados. Além do Grupo FAW, a marca alemã também está trabalhando com a SAIC Motor, que tem sede em Xangai.